Dutos

   

   O mercado brasileiro, no que diz respeito a dutos, é extremamente diversificado. Existem os dutos convencionais, do tipo chapa de aço galvanizado, revestidos com isolante térmico ou não, dependendo da aplicação. Também o duto “espiralado”, ou “giroval”, que são constituídos de chapa de aço galvanizado, em formato circular ou oblongo. Os dutos de chapa de aço galvanizado em geral são unidos por flanges, chavetas e outros.
    Normalmente os dutos fabricados em chapas metálicas (aço galvanizado, aço inox, alumínio ou chapa preta), atendem a especificações onde os requerimentos exigem este tipo de concepção de dutos. São os dutos mais convencionais, há muito tempo usado em nossa indústria e comércio.
    Os dutos de lã de vidro ou MPU, por outro lado, têm a vantagem de serem feitos com maior rapidez, menor necessidade de infra-estrutura de sustentação por serem mais leves, e praticidade de adaptação em campo.  Deve-se avaliar atentamente as relações de custo x benefício x requerimentos da instalação, para se ter a melhor solução.
     Os dutos de ar também evoluem, podendo fazer dois trabalhos de uma vez. Esta é a ideia básica do sistema MPU, em vez de se fabricar um duto de ar para depois isolá-lo, com o painel MPU o duto já está pronto para ser instalado, sem a necessidade de fazer o isolamento. A base do sistema MPU é o painel sanduíche de alumínio gofrado pré-isolado com espuma rígida de poliuretano (PUR).
    Como funciona? O MPU é um sistema sem improvisos. Tudo já foi pensado, desde como cortar os painéis até a sua instalação. Inclusive, o sistema MPU oferece métodos construtivos diferentes, que possibilitam a sua adequação a todos os tipos de obra. 
    Os dutos MPU são altamente sustentáveis. Em primeiro lugar, é preciso menos energia para fabricá-los. Comparado com um duto metálico mais a lã de vidro, a redução de energia pode chegar a 50% por m². A espuma de poliuretano é um excelente isolamento térmico. Durante a sua vida útil como isolante térmico, ela pode economizar 70 vezes a quantidade de energia necessária para produzi-la.